Buraco do Padre: tudo o que você precisa saber

Buraco do Padre
Foto de Daniel Jr

Amanhã vou fazer um passeio no famoso Buraco do Padre e resolvi escrever um post para falar sobre o lugar. Acho legal porque assim já vou para a região com mais informação em mãos, mesmo porque, pretendo gravar um vídeo para o canal lá, e aí também posso fazer uma espécie de antes e depois e contar se o passeio atendeu às minhas expectativas.

Buraco Do Padre: Onde Fica?

Buraco do Padre

 

O Buraco Do Padre fica em Ponta Grossa, no distrito de Itaiacoca, que é uma unidade de preservação. Itaiacoca fica a 26km do centro de Ponta Grossa. Além disso, desde 2005, passou a integrar o Parque Nacional Dos Campos Gerais.

Pelo o que pesquisei aqui, o Buraco do Padre é uma furna ( cavidade profunda na encosta de uma rocha) que parece um anfiteatro subterrâneo. No seu interior há uma cascata de 30m, formada pelo rio Quebra Perna.

Por Que o Nome Buraco do Padre?

Buraco do Padre

Foto por Joel Rocha

 

Buraco do Padre

Foto de Daniel Jr

Dizem que o local já serviu de refúgio para os jesuítas que tinham a finalidade de converter pessoas para o cristianismo. Segundo o site da cidade de Ponta Grossa, os jesuítas trabalhavam com os índios da tradição Umaitá e na região dos Campos Gerais com os índios da tradição Umbu.

Achei bem interessante a história!

Como Chegar? 

Basta pegar a BR 376 e dirigir até Ponta Grossa. De lá, é preciso pegar a Rodovia do Talco (PR 513), km 14. Saindo daqui de Curitiba dá um total de 103 km e o trajeto possui 2 pedágios.

Ao chegar lá, do estacionamento ao Buraco do Padre é preciso percorrer 1 km. É uma trilha bem fácil e sem muitos obstáculos naturais. Ainda assim, é de difícil acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

Qual o Horário de Visitação e Valor da Entrada?

  • O Parque fica aberto de quarta-feira a domingo, das 9h às 17h.
  • O valor da entrada por pessoa é de R$10,00
  • Meia entrada no valor de R$5,00 (disponível apenas para estudantes mediante apresentação de carteirinha), crianças (de até 6 anos) e idosos a partir de 60 anos.

O que Levar?

Como não há local para alimentação nos arredores do parque é preciso levar lanche. Lembrando que esse lanche deve suportar ficar um bom tempo fora da geladeira. Então, pão com maionese ou requeijão, nem pensar!

Aliás, já estou pensando no que levar, mas ainda preciso passar no supermercado. No outro post eu conto o que comprei exatamente.

Outro ponto importante: lembre-se de levar 1 litro e meio de água por pessoa. Caso o dia esteja muito quente é imprescindível levá-la em um recipiente que conserve a temperatura.

Como há uma cachoeira no local, falaram que precisamos levar uma muda de roupa. Bom, o tempo não está quente hoje por aqui, mas amanhã não sei o que vai acontecer. De qualquer forma, vou me precaver e levar essas roupas.

Também falam para levarmos lanternas. Acontece que, pois é, não tenho lanterna =O. Bom, essa vou ficar devendo, mas espero não precisar de uma hehe.

Tem muita gente que também gosta de levar canivete suíço, faca, paracord, etc. Confesso que sou nova nas trilhas e não tenho nenhum desses itens, mas para quem tem, é interessante não esquecer de colocá-los na mochila.

Atenção: leve protetor solar e repelente também, viu?

Banheiros

Bom, pelo o que andei lendo, há 2 banheiros. Vi alguns comentários a respeito. Uns deles falando bem e outros falando mal. Pelo visto, descobrirei a situação apenas amanhã.

O Que Não Pode Fazer?

Não pode acampar, é proibido som alto, também é proibido levar animais de estimação, o descarte de resíduos deve ser feito somente em áreas sinalizadas e é proibida a prática de escalada na área da furna.

É isso. Depois entra post com as minhas impressões sobre o Buraco do Padre! 😉

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *