Meu roteiro em Bali, na Indonésia (com orçamento)

Olá pessoal! Acabei de chegar de Bali, na Indonésia e quero dividir com vocês esta incrível experiência! Foram 11 dias de viagem passando por Uluwatu, Padang Padang, Ubud, Kintamani e Padang Bai. De Padang Bai seguimos para a segunda parte da nossa aventura: a ilha de Gili Trawagan onde eu conto em outro post.

A moeda local é Rúpia Indonésia. 1 dolár americano equivale a 13.000 Rúpias. Mas para facilitar eu vou passar os valores em Dólares Australianos (AUD), pois eu moro na Austrália, e em Real para quem acompanha o blog do Brasil.

1 AUD = 10.000 Rupias
R$ 1 = 4.000 Rupias
(cotação feita em novembro, 2016)

Ficamos 4 dias em Uluwatu, na parte sul da ilha. Esta região é o paraíso dos surfistas. Para se locomover entre uma praia e outra, a maneira mais popular e econômica é alugar uma scooter (5 AUD ou R$12.50 a diária), mas é sempre possível chamar um taxi, ou Uber.

Passando por Bali prepare-se para ver muitas scooters pela frente.

Praia de Uluwatu

O templo Pura Luhur é parada obrigatória em Uluwatu e cobrir os joelhos é obrigatório em qualquer templo em Bali. Sarongs são oferecidos na entrada ou você pode amarrar sua canga.

As praias são muito lindas, mas não oferecem muita infraestrutura, não tem muitas opções de bares e restaurantes a beira mar. Isso pode ser um problema quando você quer uma sombra para fugir do calor de 40 graus hehe. Achamos a água de Padang Pagand mal cuidada, retiramos muito lixo da água. É uma pena ver um lugar tão lindo mal cuidado.

Praia de Padang Padang

Alugamos uma casa no Airbnb muito confortável, com direito a ventilador, ar condicionado e até piscina. Confira aqui o link da casa no Airbnb. O anfitrião Anthony foi muito atencioso, nos passando várias dicas de passeios.

A nossa casa tinha até piscina

A diária saiu por R$ 57 ou 23 AUD por pessoa. Mas existem opções mais econômicas. Eu conheci um albergue chamado Pecatu Guest House onde um amigo alugou uma cama em um quarto compartilhado por R$25 ou 10 AUD . O lugar é muito bacana com gente jovem do mundo inteiro. Geralmente esses Guest House (como eles chamam albergues) oferecem wi-fi e café-da-manhã incluso.

Um dos programas imperdíveis para quem vai para região de Uluwatu e Padang Padang é assistir o pôr do sol do Single Fin!

Curtindo a vibe do pôr do sol no Single Fin.

Depois seguimos viagem para Ubud, onde ficamos mais 4 dias. Alugamos outra casa pelo Airbnb (link aqui). A diária ficou R$43,50 ou 17,75 AUD.

Antes de seguir viagem para Ubud pedimos para o nosso guia Ketut fazer uma paradinha no templo Tanah Lot um dos cartões postais mais famosos de Bali.

Os anfitriões Made e Ketut são uns fotos. Todos os dias de manhã a Made trazia fruta fresca e fazia a ritual tradicional de oferenda aos deuses, um costume seguido rigorosamente pelos praticantes do Hinduísmo. Eles sempre nos deixaram muito confortáveis e nos sentimos em casa. O Ketut também trabalha como motorista e guia turístico, super recomendamos o trabalho dele, ele é um fofo e super paciente. O valor da diária para nos levar em templos, cachoeiras, assistir a dança típica saiu por 50 AUD ou R$122,50. Ou dividido por 3 saiu 16,66 AUD or R$41 por pessoa. O telefone dele é 082147148445.

Por onde você olha em Ubud você encontra um templo!

Criança durante uma cerimônia religiosa no templo no Templo das Águas. Quem me conhece sabe que eu não resisto a uma criança rsrs…

Cerimônia de adoração aos deuses Hinduístas, tem muita música, oferenda e oração.

Tegenungan Waterfall. Com o calor de Bali um banho de cachoeira é muito bem vindo.

Os famosos terraços de arroz de Bali. A paisagem ganhou popularidade com o filme Comer, Rezar e Amar.

A Laila fez novos amigos no Parque dos Macacos!

Macacos brincando na água. Muito fofos.

Dança folclórica Balinesa

Artesões locais esculpindo uma Ganesha, um dos deuses do hinduísmo.

Templos, cultura, espiritualidade, gastronomia, cachoeira, artesanato, terraço de arroz, Floresta dos Macacos… São tantas opções para se fazer em Ubud que você até esquece que a região não tem praia!

Depois de 5 dias muito bem aproveitados em Ubud seguimos viagem para a cidade de Kintamani, famosa pelo tour para assistir o nascer do sol no Mount Batur.  Eu decidi não fazer porque eu havia torcido o pé há 2 dias atrás e ainda estava muito inchado, ainda bem porque a Laila e a Maninha falaram que foi bem puxado, com pedras soltas e íngreme. Elas acordaram as 3:30 da manhã e começaram a subir às 4h e chegaram ao topo às 6am em tempo para o nascer do sol. Elas adoraram o passeio e falaram muito bem do guia, o nome dele é Made (telefone 081338459739). O tour custou 250.000 rupias (uns 25 AUD ou R$62,50) por pessoa com transfer, guia, café da manhã lá em cima e as taxas do parque.

2h depois a recompensa

Na parte da tarde fomos para os famosos Hot Springs de Kintamani, ou águas termais. Ficamos por lá das 3 da tarde até as 6pm. A entrada custou 300.000 Rupias (30 AUD ou R$ 75) com direito a welcome drink e almoço. Ou você pode ficar pela metade do preço sem a almoço e welcome drink. Particularmente achamos o almoço um pouco fraco mas ainda assim valeu a pena pela comodidade e porque pudemos aproveitar mais o local.

O visu é de tirar o fôlego… e a água quentinha… 40 graus.

Toya Devasya Natural Hot Springs… recomendamos o passeio!

Passeio Hot Springs:
300.000 rupias: entrada e almoço
150.000 rupias: transfer do Hotel ida e volta.
Total 450.000 Rupias (45AUD ou R$112,50)

Depois de Kintamani seguimos para Padang Bai, onde pegamos um ferry para a ilha Gili Trawagan. Foram 8 dias em Gili, totalizando 19 dias de viagem. A nossa aventura em Gili T em conto em breve em um novo post.

 

Considerações finais:

  • Este nosso roteiro foi feito em 19 dias (quase 3 semanas), mas pode ser feito tranquilamente em 2 semanas, até mesmo 10 dias. Tudo vai depender do perfil de viagem de cada um (qualidade versus quantidade).
  • O local que eu mais gostei foi Ubud, por representar uma cultura linda e totalmente diferente do que eu já presenciei. Mas tudo é questão de perfil, se você está procurando festa, Ubud não é o seu destino.
  • Mesmo se você está indo em um esquema low budget recomendo fortemente contratar a diária de um guia em Ubud, são muitas opções de passeio. Em um dia fizemos 3 templos, terraço de arroz, cachoeira e passagem por uma região de artesanato local. Uma diaria sai por 50 AUD ou R$125.
  • Observe que os valores são referentes a cotação de novembro de 2016.
  • Minha passagem de Sydney na Austrália para Bali, ida e volta saiu por R$680,00 (era R$640 mas eu paguei extras como bagagem acima de 7Kg para voltar e também escolhi o assento).
  • No total (incluindo Gili T que eu conto neste post aqui) a viagem me custou  2.010,40 dólares Australianos ou  R$5.000. Mas lembrando que  fiz tudo o que tinha vontade, comi e bebi muito bem, massagens, passeios, transfer, compras e ótimas acomodações.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *