Porto Príncipe – A capital Do Haiti

Porto Príncipe: a capital do Haiti

Porto Príncipe é a capital do Haiti e está localizada na baia do golfo de La Gonâve. Durante muitos anos foi considerada a cidade favorita para os turistas que chegavam ao Caribe.

Infelizmente, em janeiro de 2010, a cidade foi destruída por um terremoto brutal de magnitude 7.1 na escala de Richter. Foi um desastre natural devastador que levou mais de 300.000 vidas deixando cerca de 350.000 feridos.

Muitos anos passaram-se, mas graças ao apoio que o país recebeu de diversas organizações instaladas em todo o mundo, os sobreviventes puderam recuperar forças e encontrar um pouco de esperança para seguir adiante.

Muitas atrações turísticas foram abaladas pelo desastre natural, mas outros conseguiram aguentar e seguem sendo lugares de interesse para turistas no Caribe.

Porto Príncipe e Toda A Sua Beleza Inabalável

Porto Príncipe: a capital do Haiti

Por outro lado é preciso reforçar e não esquecer a exuberante natureza que envolve o Haiti, com suas praias paradisíacas e rincões naturais de enorme beleza.

Palácio Nacional

Porto Príncipe: a capital do Haiti

O Palácio Nacional, também conhecido como Palácio de Porto Príncipe, era a residência do presidente do país até que o grande terremoto o destruiu por completo.

Durante o terremoto a destruição foi tão grande que foi retirada grande parte da fachada para posteriormente reconstruí-la.

A vantagem da reconstrução que começou com a retirada de escombros em 2012, será a manutenção intacta da fachada e da parte interna do palácio. Nesta ocasião serão incorporadas técnicas de construção anti sísmicas e modernas.

O Palácio foi construído com a arquitetura típica do Renascimento francês, o que lembra a arquitetura na França e em seus territórios coloniais durante o século XIX.

Museu do Panteão Nacional Haitiano

Porto Príncipe: a capital do Haiti

Localizado bastante próximo ao Palácio Nacional do Haiti, é um edifício criado em 1983, cuja única finalidade é difundir e perpetuar a memória dos “Pais da Pátria”.

Neste museu encontram-se inúmeras informações sobre a história do Haiti. Estão disponíveis desde artefatos usados por índios arawak e tainos, a murais que expressam a época colonial e o tratamento que os escravizados africanos recebiam por parte do franceses.

Há, também, documentos e objetos relacionados com a independência do país e informações de seus heróis. Destacam-se peças como o sarcófago dos restos de Toussaint-Loucerture ou da espada de Desaslines.

Pétionville

Porto Príncipe: a capital do Haiti

Trata-se de um bairro situado em uma colina muito alta a 15 minutos de distância da cidade de Porto Príncipe. Sendo a parte mais visitada pelos turistas, é uma lugar de área nobre que destoa com a arquitetura do resto da cidade.

Neste bairro nobre do Haiti você pode encontrar mansões, segurança privada, vias arborizadas e hotéis de luxo.

Em Pétionville também encontra-se o mirante de Boutiliers que oferece uma vista única e privilegiada da cidade de Porto Príncipe. Com altura de 930 metros acima do nível do mar, tem clima fresco e agradável, oferece comida local e uma pequena banca de artesanato.

Mercado de Ferro

Porto Príncipe: a capital do Haiti

Um dos edifícios mais rapidamente reconstruídos depois do terremoto em janeiro de 2010 foi o Mercado de Ferro, também localizado em Porto Príncipe. Sem dúvida é um grande feito, já que este edifício foi o centro histórico da atividade comercial da cidade desde 1891.

Reza a lenda que sua construção original começou em Paris e seria uma estação ferroviária no Cairo, Egito, e finalmente teve sua instalação em Porto Príncipe.

Sua reconstrução manteve a estrutura original do edifício, mas optaram por adicionar elementos como painéis solares e um sistema anti sísmico.

Desde janeiro de 2011 pode-se visitar novamente o Marché en Fer conhecendo os quase mil postos de vendedores de frutas e verduras.

Casas de Pão de Gengibre

Porto Príncipe: a capital do Haiti

Casas de Pão de Gengibre é o nome popularmente dado às encantadoras mansões de madeira do bairro Bois Verna de Porto Príncipe, datadas no final do século XIX.

Estas casas são o reflexo de uma época em que o Haiti desfrutava de uma grande prosperidade. São um reflexo do dinamismo cultural e da riqueza da ilha naquele momento que misturavam diversas influências estrangeiras com as tradições artísticas e arquitetônicas. Sua estrutura baseia-se em um estilo vitoriano colonial, que junto com suas tonalidades de cor pastel nas fachadas proporcionaram esse interessante apelido.

Deixaram de ser construídas em 1921 pois por serem de madeira proporcionavam alto risco de incêndio. Ainda assim, muitas mantêm-se mesmo com o passar do tempo. Mesmo com o terremoto, as que puderam resistir são apreciadas com especiais olhares.

Você conheceu um pouco da história e cultura da capital do Haiti. Foram somente alguns lugares interessantes, mas sem dúvidas, há muito mais para conhecer!

Conheça aqui um pouco sobre o Cabo Haitiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *